Técnica Vocal: Curso Volume – respiração

Como turbinar o volume da sua voz em 5 passos

Vocal coach Daniele Krauz explica 5 dicas simples de como aumentar consideravelmente seu volume para cantar ou mesmo falar em público.

 

Respiração

 

A respiração tem papel fundamental na qualidade do som, quando se consegue controle total da respiração e do movimento do diafragma as notas saem com firmeza.

A quantidade de ar que você consegue inspirar vai definir o tamanho das frases que vai conseguir cantar. Mas mais que isso a quantidade de ar garante a afinação e firmeza do som.

 

Quanto mais ar conseguirmos inspirar mais longas as notas ou frases que conseguiremos cantar. Quanto mais ar empurramos para fora ao produzir o som mais volume alcançamos.

Respiração do Bocejo

Com a ajuda da vogal “a”, provocamos um autêntico bocejo. Inspire e expire pela boca aberta, abrindo a boca o máximo possível, alongando toda a musculatura facial e da parte posterior da boca. Sinta como o ar se espalha pelo peito, abrindo as costelas, cuide para que a língua não seja projetada para o fundo da boca ou isso vai fazer o oposto do desejado. A língua deve estar bem relaxada, de preferência até coloque-a para fora da boca. Faça o exercício cinco vezes. Esse exercício tem efeito de aprofundamento da respiração, descontração, relaxamento de tensões e medos e ampliação dos brônquios.

Inspiração longa

Inspirar lentamente, contando até dez enchendo completamente os pulmões e solte todo o ar em um tempo. A inspiração deve ser feita apenas pelo nariz, solte o ar pela boca com um sopro rápido e forte. Repetir cinco vezes. Esta respiração serve para treinar o movimento do diafragma mantendo a musculatura da garganta e face relaxada. Faça o exercício com total concentração para poder perceber e eliminar qualquer tensão que apareça.

Inspiração curta

Inspirar rapidamente, em um tempo enchendo completamente os pulmões e expirar o mais lentamente possível. Você pode começar contando até dez enquanto solta o ar e ir aumentando o tempo de contagem conforme vai conseguindo controlar melhor a saída de ar. Assim como a anterior a inspiração deve ser feita apenas pelo nariz, solte o ar pela boca repetindo cinco vezes. Aqui há um detalhe para conseguir inspirar rapidamente. Não focalize no nariz para puxar o ar, ele é apenas a porta de entrada do ar, focalize no diafragma. Pense na sua barriga como um balão e empurre o diafragma para baixo com um movimento brusco, isso vai puxar o ar instantaneamente para dentro dos pulmões sem usar a musculatura da garganta e face, que precisa estar bem relaxada.

 

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *